Indústria e Energia

Indústria e Energia

A conquista da autossuficiência contribuiu para o desenvolvimento da economia e o aumento das vagas de emprego. E o setor não para de crescer. Em 2007, foi anunciada a descoberta de uma nova fronteira de exploração na chamada camada pré-sal. Estima-se que essa nova fase será capaz de mais do que dobrar o volume de produção de óleo e gás do Brasil até 2020.

O setor sucroenergético é um dos mais importantes na geração de empregos no Brasil. Atualmente, uma usina padrão tem, em média, 403 cargos entre operacionais, de pesquisa e de gestão.

Cursos

Petróleo e Gás

Duração: 12 meses.
Carga Horária: 72h / 02 horas semanais.

Sobre o Curso
Na formação de Petróleo e Gás, além de conhecer a história do petróleo e gás no Brasil, você também conhecerá como funciona sua extração e aprenderá conceitos de perfuração e sondagem. O curso ainda aborda os processos de refino e destilação, a criação da Petrobrás e da ANP, as características do petróleo e conhecimentos sobre combustíveis. O curso, também passa por todos os conceitos de equipamentos e sistemas de segurança na perfuração de poços e instrumentação de válvulas. Dessa forma, o aluno adquiri conhecimento sobre as principais atividades realizadas em um poço de perfuração.

Mercado de Trabalho
As notícias são as melhores possíveis. Quando começar a operar, em 2016, o Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj) deverá criar mais de 212 mil empregos diretos e indiretos relacionados ao petróleo. Além disso, o aumento da produção de petróleo na Bacia de Santos, no litoral paulista, deve criar, até aquele ano, mais 6 mil postos de trabalho de todos os níveis, em todas as áreas.

O Profissional
Esse profissional trabalha na exploração, na produção e na comercialização de petróleo, minérios e gás natural. Atua em petroleiros, refinarias, plataformas, mineradoras e no setor de serviços. Pode fazer consultoria jurídica e ambiental ou elaborar e realizar pesquisas de preços de matérias-primas no mercado internacional.

Módulo

Auxiliar de Produção e refino de petróleo e gás
Curso de Auxiliar de Produção e refino de petróleo e gás
Aula 01

O Petróleo
História do Petróleo
Origem do Petróleo

Aula 02

Jazidas Petrolíferas
Composição

Aula 03

Prospecção
Perfurações de Poços Petrolíferos
Perfuração Onshore
Perfuração Offshore

Aula 04

Sondagem
Extração de Óleo

Aula 05

Geopolítica do Petróleo
Crises do Petróleo
Criação da Petrobrás
Fim do monopólio

Aula 06

Capítulo I: Dos Princípios e Objetivos da Política Energética Nacional
Capítulo II: Do Conselho Nacional da Política Energética

Aula 07

Capítulo III: Da Titularidade e do Monopólio do Petróleo e do Gás Natural
Capítulo IV: Da Agência Nacional do Petróleo

Aula 08

Capítulo V: Da Exploração e da Produção

Aula 09

Capítulo VI: Do REFINO DE Petróleo e do Processo de Gás Natural
Capítulo VII: Do Transporte de Petróleo, seus Derivados e Gás Natural
Capítulo VIII: Da Imporação e Exportação de Petróleo, seus Derivados e Gás Natural
Capítulo IX: Da Petrobrás

Aula 10

Capítulo X: Das Disposições Finais e Transitórias

Aula 11

Criação da ANP (Agência Nacional de Petróleo) Anexo I
ESTRUTURA REGIMENTAL DA AGÊNCIA NACIONAL DO PETRÓLEO
CAPÍTULO I: DA NATUREZA E FINALIDADE
CAPÍTULO II: DA ESTRUTURA ORGANIZACIONAL

Aula 12

CAPÍTULO III: DA REGULAÇÃO, DA CONTRATAÇÃO E DA FISCALIZAÇÃO
CAPÍTULO IV: DAS DISPOSIÇÕES GERAIS
CAPÍTULO V: DAS DISPOSIÇÕS TRANSITÓRIAS E FINAIS
LEGISLAÇÃO DA ANP

Aula 13

A indústria petrolífera
Principais derivados do petróleo
Processo Primário

Aula 14

Refino
Processos de Refino

Aula 15

Destilação
Unidade de três estágios

Aula 16

Craqueamento Catalítico
Reforma Catalítica
Aquilação

Aula 17

Tratamento: Caustico, Merox, Bender, MEA/DEA, Hidrotratamento

Aula 18

Geração de Hidrogênio na Indústria Petroquímica
Tratamento de água e fluentes

Aula 19

Classificação do Petróleo em relação à sua densidade
Classificação do Petróleo segundo o GRAU API
Tipos de Petróleo
Principais derivados do Petróleo

Aula 20

Combustível
Coque de Petróleo
Tipods de Coque
Processo de produção
Coque de Petróleo Como Combustível

Aula 21

Pré-sal
Volume estimado de Petróleo na camada Pré-sal
Valor das reservas de pré-sal no Brasil
Desafio na exploração da camada pré-sal
Principal setor beneficiado com a exploração da camada pré-sal
Comperj

Aula 22

Revisão

Aula 23

Coletânea de Provas de Concurso

Aula 24

Avaliação Final

Auxiliar de Plataforma
Curso de Auxiliar de Plataforma
Aula 01

Introdução
Origem de Poços Petrolíferos
Teoria Orgânica
Rochas Sedimentares

Aula 02

Poços de Petróleo
Sistema de Poços Petrolíferos
Estratigrafia
Poço Pioneiro
Poço Adjacente
Poços de Extensão
Direcionamento dos Poços

Aula 03

Plataformas de Petróleo
Classificação das Plataformas de Petróleo
Plataformas Tipo Fpso

Aula 04

Sonda de Perfuração ou Plataforma de Perfuração
Sistema de Circulação de Fluido de Perfuração
Fluido de Lama ou Fluido de Perfuração
Papel dos Jatos da Broca
Dimensionamento dos Jatos de Broca
Equipamentos de Circulação
Equipamentos Principais do Sistema de Circulação

Aula 05

Tratamento do Fluido de Lama ou Fluido de Perfuração
Equipamentos Auxiliares do Sistema de Circulação
Qual O Objetivo do Tratamento da Lama de Perfuração?

Aula 06

Sistema de Suspensão
Sistema de Movimentação de Cargas

Aula 07

Sistema de Tramissão e Geração de Energia
Sistema Rotativo

Aula 08

Sistema Rotativo – Continuação

Aula 09

Brocas de Perfuração

Aula 10

Euipamentos Auxiliares de Perfuração de Poços

Aula 11

Perfuração de Poços Petrolíferos
Sistema de Monitoramento de Perfuração de Poços Petrolíferos
Operação de Revestimento de Poço

Aula 12

Cimentação de Poços Petrolíferos

Aula 13

Operação de Perfilagem
Operação de Pescaria
Kick
Perda de Circulação de Um Poço
Operação de Testemunho
Categoria de Poços Petrolíferos

Aula 14

Completação de Poços Petrolíferos
Tipos de Completação, Em Relação Revestimento de Produção
Coluna de Produção

Aula 15

Sistema de Segurança de Poços Petrolíferos

Aula 16

Instrumentação e Controle de Equipamentos
Disciplinas Relacionadas com a Instrumentação

Aula 17

Desvantagens da Instrumentação e Controle
Qualidade do Produto
Economia do Processo
Ecologia
Segurança da Planta
Proteção do Processo

Aula 18

Símbolos e Identificações
Aplicações
Roteiro da Identificação
Caldeiras

Aula 19

Trocadores de Calor
Troca Térmica pela Mistura dos Fluidos
Troca Térmica por Contato Entre os Fluidos
Troca Térmica com Armazenagem Intermediária
Troca Térmica Através de uma Parede que Separa os Fluidos
Vasos de Pressão

Aula 20

Representação de Cores Adotadas nas Indústrias
Vermelho
Amarelo
Branco
Preto
Azul
Verde

Aula 21

Representação de Cores – Continuação
Laranja
Púrpura
Lilás
Cinza
Marrom
Sinalização Para Armazenamento de Substâncias Perigosas
Símbolos para Identificação dos Recipientes na Movimentação de Materiais
Rotulagem Preventiva

Aula 22

Válvulas
Dados e Procedimentos Aplicados em Válvulas

Aula 23

Revisão

Aula 24

Avaliação Final

Auxiliar de QSMS
Curso de Auxiliar de QSMS
Aula 01

O que Significa QSMS?
O que é um Sistema de Gestão Integrado (SGI)?

Aula 02

Sistema de Gestão de Qualidade
O que é a ISO 9001?
Os Benefícios da Aplicação da ISO 9001 são:
Por que as Empresas estão Buscando a Certificação ISO 9001?
A Implantação da Certificação ISO 9001
Como é Feita a Avaliação da ISO 9001?

Aula 03

Sistema de Gestão Ambiental
O que é a ISO 14001?
Quais são os Benefícios da Aplicação da Norma ISO 14001?
A Aplicação da ISO 14001 em uma Empresa
Por que as Empresas estão Buscando a Certificação ISO 14001?

Aula 04

Sistema de Gestão de Segurança Ocupacional
O que é a OHSAS 18001?
A Implementação da OHSAS 18001?
A Integração dos Sistemas OHSAS 18001 ISO 9001 e ISO 14001

Aula 05

Meio Ambiente
Ministério do Meio Ambiente

Aula 06

Conferência de Estocolmo
Protocolo de Quioto

Aula 07

O que é a Agenda 21
Estrutura e conteúdo:

Aula 08

Política Nacional do Meio Ambiente
Da Política Nacional do Meio Ambiente
Dos Objetivos da Política Nacional do Meio Ambiente
Do Sistema Nacional do Meio Ambiente
Do Conselho Nacional do Meio Ambiente
Dos Instrumentos da Política Nacional do Meio Ambiente

Aula 09

Continuação da Política Nacional do Meio Ambiente

Aula 10

Agência Nacional do Petróleo (ANP)
Qual a função da ANP
Segmentos de atuação da ANP
Os Programas de Monitoramento da Qualidade
Acidentes Ambientais da Indústria do Petróleo
Fatores Comuns aos Acidentes
Alguns Acidentes Ambientais no Brasil:

Aula 11

Energias Renováveis
Energia Solar
Energia Eólica

Aula 12

Energias Renováveis
Biodiesel
Legislação e normas sobre Biodiesel
Desvantagens do Biodiesel
Álcool
Proálcool
Vantagens do uso do Álcool Combustível

Aula 13

Segurança do Trabalho
Acidentes
O que é um Desvio?
O que é um Incidente?
O que é um Acidente?
Acidente sem Afastamento
Acidente com Afastamento
Fatalidade

Aula 14

ATO INSEGURO
CONDIÇÃO INSEGURA
Onde atua o profissional de Segurança do Trabalho?
Como atua o Técnico de Segurança do Trabalho

Aula 15

POR QUE É TÃO IMPORTANTE REGISTRAR DESVIOS E INCIDENTES?
Comunicação de Acidente de Trabalho

Aula 16

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL – EPI
CABE AO EMPREGADOR QUANTO AO EPI :
CABE AO EMPREGADO QUANTO AO EPI:
CABE AO FABRICANTE E AO IMPORTADOR
CERTIFICADO DE APROVAÇÃO – CA

Aula 17

LISTA DE EQUIPAMENTOS DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL

Aula 18

EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO INDIVIDUAL – EPI, CONTINUAÇÃO
EQUIPAMENTO DE PROTEÇÃO COLETIVA – EPC

Aula 19

LIMITES DE TOLERÂNCIA
RADIAÇÕES IONIZANTES
CALOR

Aula 20

LIMITES DE TOLERÂNCIA PARA RUÍDO CONTÍNUO OU INTERMITENTE
LIMITES DE TOLERÂNCIA PARA RUÍDOS DE IMPACTO

Aula 21

NORMAS REGULAMENTADORAS
Resumo das Normas Regulamentadoras

Aula 22

NORMAS REGULAMENTADORAS – Continuação

Aula 23

Revisão

Aula 24

Avaliação

Açucar e Alcool

Duração: 12 meses.
Carga Horária: 96h / 02 horas semanais.

Sobre o Curso
Na formação de Açúcar e Álcool, o aluno irá conhecer a origem e a história da cana-de-açúcar, sua classificação e a descrição botânica. O curso ainda aborda os tipos de colheita e irrigação. Além disso, apresenta como é o processo de gaseificação e de tratamento do açúcar e álcool. No decorrer do curso, estudos de casos serão explicados, a fim de aprofundar ainda mais a abordagem dos conceitos.

Mercado de Trabalho
Usinas de açúcar e álcool; destilarias; empresas distribuidoras de combustíveis e de produção e venda de insumos industriais; fazendas e cooperativas de cana-de-açúcar; laboratórios de análises; instituições públicas.

O Profissional
O profissional em Açúcar e Álcool controla e supervisiona processos tecnológicos da produção de açúcar, álcool e subprodutos. Efetua análises de matérias-primas e produtos na industrialização da cana-de-açúcar. Faz controle de qualidade e aplica normas seguidas pela empresa. Compõe equipes de programas e procedimentos de segurança e análise de riscos.

Módulo

Plantio e Manejo do Solo
Curso de Plantio e Manejo do Solo
Aula 01

Origem
História
Cana-de-açúcar no Brasil
Os Engenhos
Exercícios

Aula 02

Introdução
Produtos
Subprodutos
Exercícios

Aula 03

Classificação botânica
Descrição Botânica
Fisiologia
Exercícios

Aula 04

Exercícios
Composição química da cana-de-açúcar
Estudo de caso
Curiosidades
Exercícios

Aula 05

Épocas de plantio
Descrição genérica da cultura de ano
Descrição genérica da cultura de cana de ano e meio

Aula 06

Introdução
Exercícios

Aula 07

Introdução: Amostragem da área
Parâmetros e padrões da análise química do solo
Exercícios

Aula 08

Introdução: Cálculo da necessidade de calcário
Particularidades da correção do solo
Exercícios

Aula 09

Adubação Nitrogenada (NPK)
Adubação Fosfatada (NPK)
Adubação Potássica (NPK)
Adubação Alternativa
Exercícios

Aula 10

Cobrição e controle de cupins e formigas
Sulcação
Espaçamento entre as linhas de plantio
Quantidade de gemas por metro linear
Exercícios

Aula 11

Produção de mudas
Distribuição, Posicionamento e Cobrição
Operações de Corte
Exercícios

Aula 12

Introdução
Tratos Culturais para cana-planta
Tratos Culturais para cana-soca
Exercícios

Aula 13

Broca-da-Cana
Besouro Migdolus Fryanus
Nematóides
Exercícios

Aula 14

Introdução
Mosaico da cana-de-açúcar
Raquitismo-das-soqueiras da cana-de-açúcar
Escaldadura
Exercícios

Aula 15

Introdução
Colheita sem Queima
Colheita com Queima
Colheita Mecanizada
Colheita Manual
Ponto de Maturação
Exercícios

Aula 16

Introdução
Frentes de cana Inteira
Frentes de cana Picada
Carregamento
Transporte
Exercícios

Aula 17

Introdução
Irrigação por Sulco
Irrigação por pivô Central
Irrigação por Sistema Linear
Irrigação por Gotejamento
Exercícios

Aula 18

Introdução
Estudo de caso “Usina produtora de açúcar”
Estudo de caso “Usina produtora de álcool”

Aula 19

Introdução
IAC, Instituto Agronômico de Campinas
EMBRAPA – Empresa Brasileira de Pesquisa
RIDESA- Rede Interuniversitária para o Desenvolvimento
UFAL – Universidade Federal de Alagoas
Exercícios

Aula 20

Introdução
Adubação Verde
Rotação de Culturas
Exercícios

Aula 21

Dextrana
Palmito de cana-de-açúcar
Exercícios

Aula 22

Introdução
Preço da cana-de-açúcar
Estudo de caso
Exercícios

Aula 23

Revisão Geral

Aula 24

Avaliação

Moagem
Curso de Moagem
Aula 01

Introdução
Pesagem
Amostragem
Armazenagem intermediária
Descarga nos Alimentadores da Moenda
Exercícios

Aula 02

Introdução
Laboratórios PCTS
Pagamento da Cana-de-açúcar pelo Teor de Sacagem
Exercícios

Aula 03

Introdução
Tipos de moenda

Aula 04

Introdução
Mesa alimentadora
Lavagem
Alimentação da moenda
Preparo
Exercícios

Aula 05

Introdção
Moagem
Embebição
Difusão
Exercícios

Aula 06

Introdução
Ações de Controle Químico
Controle da Qualidade da Matéria-Prima
Rendimentos da Usina
Exercícios

Aula 07

Introdução
Sala de Preparo de Amostras
Sala de Análises
Sala de Aparelhos
Almoxarifado: Identificação da Amostra
Registros Laboratoriais: Pontos de Controle Operacional
Conclusão
Exercícios

Aula 08

Introdução
Principais Causas de Perdas
Perdas Detectáves
Perdas Não-Detectáveis
Perdas Reais
Perdas Não Reais
Exercícios

Aula 09

Introdução
Principais Combustíveis Utilizados em Sistemas
Vantagens da Cogeração
Cogeração em Usinas de Áçucar e Álcool
A Solução de um Grande Problema
Exercícios

Aula 10

Introdução
Gaseificação
Histórico da Gaseificação
Combustão e Pirólise X Gaseificação
Agentes de Gaseificação
Exercícios

Aula 11

Introdução
Cana-de-açúcar na atualidade
Regulamentação Governamental da Cana-de-açúcar
Custos de produção
Exercícios

Aula 12

Introdução
DECRETO Nº 6.961, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 pt.1
Comentário

Aula 13

Introdução
DECRETO Nº 6.961, DE 17 DE SETEMBRO DE 2009 pt.2
Comentários
Exercícios

Aula 14

Introdução
Definição
A.I.A. da Cana-de-açúcar
Subsistema Agrícola
Subsistema Industrial
Subsistema Transporte
Exercícios

Aula 15

Introdução
Política Nacional do Meio Ambiente
Código Florestal
Política Agrícola Nacional
Lei dos Agrotóxicos
Lei De Crimes Ambientais
Exercícios

Aula 16

Introdução
Lei da Ação Civil Pública
Sistema Nacional de Unidades de Conservação
Lei de criação do Instituto Brasileiro
Exercícios

Aula 17

Introdução
Política Nacional de Recursos Hídricos
Lei de Proteção ao Patrimônio Histórico Artístico
Exercícios

Aula 18

Introdução
Classificação dos Corpos Hídricos
Exercícios

Aula 19

Introdução
ABNT NORMA 10004 / 2004
Exercícios

Aula 20

Introdução
Formulário de Abertura de Processo
FAP
Licença Prévia
Licença de Instalação
Licença de Operação
Exercícios

Aula 21

Introdução
Tratamento do caldo para açúcar
Tratamento do caldo para álcool
Exercícios

Aula 22

Introdução
Lavagem a seco
Bagaço e palha: fonte de biocombustível
Principais Inovações
Exercícios

Aula 23

Revisão

Aula 24

Avaliação Geral

Produção de Açucar
Curso de Produção de Açucar

Em breve, mais detalhes deste módulo

Produção de Álcool
Curso de Produção de Álcool
Aluna 01

História do Álcool no Brasil
Introdução
Exercícios

Aluna 02

Pró-Álcool
Exercícios

Aluna 03

Pró-Álcool – Continuação
Exercícios

Aluna 04

Tecnologia Flex
Vantagens do uso do álcool combustível
Desvantagens do uso do álcool combustível
Exercícios

Aluna 05

Introdução do Processo de Produção do Etanol
Exercícios

Aluna 06

Características do Álcool
Exercícios

Aluna 07

Características do Álcool – Continuação
O álcool Hidratado
Aplicações do Etanol
Exercícios

Aluna 08

Características do Álcool – Continuação
Álcool Anidro
Exercícios

Aluna 09

Recebimento da Cana-de-Açúcar nas Usinas
Exercícios

Aluna 10

Definições Para Produção do Etanol
Qualidade da Cana-de-Açúcar

Aluna 11

Pré-moagem
Introdução
Mesa alimentadora
Lavagem
Alimentação da moenda
Preparo
Exercícios

Aluna 12

Inovações Tecnológicas
Introdução
Lavagem a seco
Bagaço e palha fonte de biocombustível
Principais Inovações
Exercícios

Aluna 13

Moagem
Introdução
Embebição
Difusão
Exercícios

Aluna 14

Aula 14
Extração do Caldo
Extração do caldo por moendas
Extração do caldo por difusão
Exercícios

Aluna 15

Resíduos e Subproduto do Processamento da Cana-de-Açúcar
Bagaço
Torta de filtro
Melaço
Vinhaça
Óleo fúsel
Álcool bruto
Levedura seca
Exercícios

Aluna 16

Tratamento do Caldo
Tratamento do caldo para álcool
Fermentação
Exercícios

Aluna 17

Segurança do trabalho
A importância do equipamento de proteção individual – EPI
Proteção da Cabeça,dos Olhos e Face, da Pele
Proteção dos Membros Superiores, Membros Inferiores, Contra quedas com diferença de nível, Respiratória, para o Corpo
Exercícios

Aluna 18

Segurança do Trabalho
Cabe ao empregador rural ou equiparado
Cabe ao trabalhador
Normas Regulamentadoras Rurais
Exercícios

Aluna 19

Revisão

Aluna 20

Avaliação